Gestão dos Detalhes – 7 erros que você não pode cometer no seu negócio e na sua carreira

Slide1

Gestão dos detalhes – 7 erros que você não pode cometer na sua carreira e no seu negócio, também poderia assinar como: “O que não podemos deixar de fazer para ter sucesso nos negócios” ou ainda se preferir, “Os erros capitais que te impedem de vencer”, ou ainda “O que nos leva ao fracasso!”

Esta palestra é resultado de uma auto-reflexão do Carlos Júlio sobre os erros que ele não poderia voltar a cometer em seus negócios e carreira. Como podem imaginar a lista ficou muito extensa, mais de 50 itens, ficando difícil a interpretação e análise. Sendo assim, Júlio decidiu sintetizar este conteúdo a 7 erros fatais responsáveis por quebrar negócios ou atrasar carreiras. Com apoio de amigos experts no tema para não cometer nenhum equívoco em sua própria trajetória, o resultado é uma profunda reflexão com pensamento crítico de quem vive a realidade do mundo dos negócios e corporações.

Quais são os 7 erros? Vamos lá, resumidadamente:

Primeiro Erro – Não conhecer profundamente o seu negócio. Refiro-me a operações, concorrência, mercado e clientes. Se você não conhece seu próprio território, é bem provável que desperdice energias movendo-se na velocidade errada, na direção errada. Afinal, o que você faz melhor que a concorrência? Esse produto ou serviço é realmente desejado pelos clientes? Eles vão pagar por isso? Pagarão o que você pretende receber?

Segundo Erro – Não dominar os números. Compreenda: o que não se mede, não se gerencia! Quem não domina os números, não domina o negócio. Muitos empreendedores reúnem inúmeras competências técnicas. Fracassam, no entanto, porque desprezam a Matemática. Quem aspira a obter lucro, precisa executar uma boa gestão de caixa. Deve calcular gastos, riscos, receitas e o valor do próprio esforço.

Terceiro Erro – Não ter metas claras para TODA a organização. Não duvide: se você não sabe exatamente o que quer, é bem provável que fracasse. Parte de sua energia e dos seus recursos será drenada para o que é impróprio ou desnecessário. Se você deseja um bom trabalho, ofereça a seus parceiros e colaboradores bons desafios, de forma clara e objetiva. Na hora de começar, constitua um bom plano de negócio.

Quarto Erro – Não acompanhar as vendas, não cortar custos! Regra de ouro: um olho nas vendas; outro, nos custos. As vendas é que fazem a empresa respirar. Ouça, visite e atenda seus clientes. Valorize-os. Qualifique pessoas para essa tarefa. Ao mesmo tempo, corte custos desnecessários. Custo é como unha: precisa ser cortado sempre. Estabeleça sistemas e indicadores para saber onde você gasta de forma imprópria. Busque sempre a sustentabilidade.

Quinto Erro – Não envolver as pessoas e não liderar pelo coletivo. Isso vale para qualquer organização humana. Liderar não é exercer o poder de forma autocrática e sem critério. Liderar é servir. Liderar é colocar as pessoas certas no lugar certo. Liderar é oferecer condições para que a equipe atinja as metas com qualidade e consistência. Liderar é representar a empresa, elevando sua reputação diante dos fornecedores, do mercado, dos clientes e da sociedade em geral.

Sexto Erro – Não desenvolver lideranças e não baixar o turn-over! O bom líder multiplica seu saber, é capaz de delegar responsabilidades. Ele amplia seu olhar por meio dos colaboradores. Demitir, em geral, custa caro. Drena recursos financeiros e exige novo esforço em qualificação. Sucessão planejada é o que garante a sustentabilidade da gestão. Crie sistemas para reduzir a rotatividade da mão de obra. Forme sucessores em todas as posições estratégicas do negócio.

Sétimo Erro – Não ter visão de longo prazo. O sucesso depende de constância, de regularidade e de planejamento. Construir o futuro da organização é a missão maior da liderança. Se você tem visão, pode eleger metas. As metas, quando claras, se convertem em planos. Os bons planos se transformam em rotinas. E as rotinas é que produzem, no seu caixa, o tilintar dos ingressos financeiros. Pense: o seu presente está construindo o futuro do seu negócio?

Aliar motivação com conteúdo de ponta é a marca das palestras de Carlos Júlio. Com cadência, instrumentos lúdicos, casos reais, histórias e metáforas muito fortes, essa palestra deixará uma incrível lição para se obter resultados, manter o foco, atender bem clientes e gerir seus negócios com a dinâmica que o mercardo exige. 

Menos cenários e mais ferramentas.
Menos piadas e mais conteúdo.
 
Leve e descontraído na apresentação, forte e profundo nas lições deixadas, essa é a força do Gestão de Detalhes, afinal, ou você gere os detalhes ou não sobrará clientes, ou você gere os detalhes ou não atingirá suas metas. O Lucro está nos detalhes, os resultados é a soma de cada detalhe bem cuidado. Das compras às vendas, da produção à entrega, do marketing à contabilidade.

Ou nos envolvemos ou seremos envolvidos. Essa palestra serve para Gestores de modo geral, uma ferramenta de Estratégia para Gerenciar Negócios, Pessoas, Carreiras e Liderar Equipes de Alta Performance. 

Em breve disponibilizaremos esta palestra versão online para você assistir de onde quiser. Caso tenha interesse, por favor nos envie um email para podermos divulgar o lançamento antecipadamente a você: atendimento@carlosjulio.com.br

Carlos Júlio Carlos Júlio: professor, palestrante, empresário e escritor. Leia mais artigos do Magia da Gestão. Siga @profcarlosjulio no twitter e seja fã no Facebook.
Compartilhe!

quinta-feira, 02/01/14