Qual a melhor resolução de Ano Novo?



Finalmente, chegamos à virada do ano. E quase todo mundo tem um conjunto de resoluções para 2018.

Alguém fará mais exercícios físicos. Outro vai, finalmente, aperfeiçoar seu Inglês. Um fulano vai tornar mais saudável sua dieta alimentar. Uma sicrana fará uma longa viagem de bicicleta. Beltrano visitará aquele lugar místico de modo a aprimorar sua vida espiritual.

No caso das promessas de fim de ano, as pessoas decidem que farão isso ou aquilo, que procederão desta ou daquela forma.

A virada do ano é uma poderosa demarcação simbólica no tempo. Assim, pode gerar a inspiração para o primeiro passo de uma epopeia.

Então, qual o problema das resoluções?

É que frequentemente os planos são logo abandonados e as missões são convenientemente esquecidas.

Em parte, porque as pessoas não estipulam metas alcançáveis, porque não se planejam para realizar a tarefa ou porque acreditam que dependem somente de si próprias para lograr êxito.

Vale pensar nesta última questão fundamental. No ambiente das organizações, por exemplo, não adianta o gestor departamental prometer para si próprio botar em ordem todo o estoque.

Imagine quão complexo será redesenhar o depósito. E como passar todos os produtos de vidro da ala G para a ala M? Como mudar de lugar a rampa dos caminhões dos fornecedores?

Em geral, é preciso considerar uma questão importante: alcançar este sucesso depende de outras pessoas. Subordinados e gerentes de outras áreas precisarão compreender a proposta, engajar-se no projeto e fazê-lo prosperar.

Em geral, também é assim que funcionam as outras coisas na vida. Pense na dieta. Não será mais fácil se você tiver a colaboração da mulher, dos filhos e dos amigos?

E o exercício físico? Um parceiro de atividade não ajudaria a manter o pique e aumentar as chances de alcançar as metas desejadas?

Portanto, reflita sobre as suas resoluções de fim de ano. Frequentemente, elas se tornam realizáveis quando você as compartilha.

E mais: quando são divididas, frequentemente se tornam mais relevantes.

Quer buscar clientes em outro nicho de consumo? Combine com seus colegas de trabalho. Quer reformar finalmente o jardim? Combine essa resolução com a família.

Desta vez, busque aliados estratégicos para realizar seus sonhos no Ano Novo.

Um grande abraço e receba meus votos de um 2018 pleno de conquistas, felicidade e muito amor.

Porque a teoria, na prática, funciona!

Carlos Júlio Carlos Júlio: professor, palestrante, empresário e escritor. Leia mais artigos do Magia da Gestão. Siga @profcarlosjulio no twitter e seja fã no Facebook.
Compartilhe!

terça-feira, 02/01/18