Carlos Alberto Júlio é empresário, palestrante, professor e autor. Foi presidente da Tecnisa S.A, e hoje permanece como vice-presidente do Conselho de Administração, presidiu a HSM do Brasil por 8 anos, é autor de best-sellers. Graduado em Administração de Empresas com especialização na Harvard Business School, na London Business School e no IMD de Lausanne-Suíça, Júlio é professor na USP, ESPM e FGV, além de Conselheiro da Camil Alimentos.
Contrate uma palestra
Entre em contato
Executivo | Professor | Colunista | Autor
Matérias publicadas | Menções na Mídia

Artigos

O legado do generoso samurai (Içami Tiba)

Encontro dificuldade para saber por qual motivo a morte me encerra tão grande tristeza. Ainda que a pessoa querida tenha falecido de velhice, ainda assim, entristeço-me. Outro dia, disseram-me que se tratava de uma forma singular de egoísmo. O Carlos Julio não admitiria a partida das pessoas queridas e valorosas. Gostaria de vê-las por aqui, […]

Continue lendo...

Compartilhe!

O marketing: fundamental para superar a crise

marketing

Em escritos recentes, tenho tratado com alguma minúcia de estratégia, mais especificamente de ações e condutas destinadas à gestão de sucesso em ambientes marcados pela incerteza. Entre as indagações e comentários recebidos, destacam-se aqueles que focam o marketing das empresas. É uma preocupação justa de meus leitores e daqueles que comparecem a minhas palestras. Quando […]

Continue lendo...

Compartilhe!

O que me ensinou a camiseta do palhaço?

Quando eu era criança, fazia sucesso na TV o “Cirquinho do Arrelia”, transmitido pela TV Record. As palhaçadas eram encenadas por Arrelia (Waldemar Seyssel) e Pimentinha (seu sobrinho Walter Seyssel). Naquela época, camiseta era produto nobre, caro, ainda mais com referências a ídolos da televisão. Um dia, porém, apareci em casa com uma novinha, colorida, […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Quem deve ser o responsável pela estratégia?

estrategia

Tenho escrito uma série de textos sobre estratégia, tema fundamental em épocas de incertezas. Entre os leitores, no entanto, há uma dúvida: quem deve comandar esse processo? Em meu livro Você, um Grande Estrategista, explico que cada escola elege um responsável. Para a escola da concepção ou design, o presidente da empresa é o estrategista. […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Há como avançar sem decidir?

Em época de crise, há quem julgue que toda indecisão será perdoada. Pior, alguns confundem indecisão com prudência, e enxergam virtude na leniência, na procrastinação, no “vamos deixar para decidir isso no futuro”. Há grandes estrategistas da teoria que fracassam porque não escolhem caminhos, não definem recursos e não elegem seus parceiros de jornada. Se […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Mais estratégia, menos fadiga

estrategia_1

Há várias semanas, tenho tratado das condutas necessárias à gestão corporativa em tempos de incertezas. E tenho insistido na importância de ações de diagnóstico, prospecção, correção, mobilização, execução e controle. Acrescento que os grandes estrategistas sempre têm foco, disciplina e organização. Quem combina plano e método atinge mais rapidamente seus objetivos. E isso vale para […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Mas esta é a melhor hora para inovar?

Inovar é também desenvolver processos, é diversificar usos e aplicabilidades, é tornar o negócio mais sustentável (em termos não somente econômicos, mas também sociais e ambientais), é investir em treinamento e capacitação.

Continue lendo...

Compartilhe!

Sem pique, não há solução

motiv1

Em meus artigos recentes, tenho trabalhado com o tema estratégia em tempos de incertezas. Tratei especialmente das condutas desejáveis no ambiente da mudança, compartilhando fundamentos analisados em meu livro Você, Um Grande Estrategista. Neste início de segundo semestre, escrevi sobre “diagnóstico”, “visão” e “execução”. Gostaria, agora, de falar com você, leitor, sobre “pique”. No século […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Como atravessar o rio das dificuldades?

Em artigos da semana passada, repassei alguns fundamentos da gestão presentes em meu livro Você, um Grande Estrategista. Tratei das condutas necessárias à mudança, especialmente em épocas de incertezas. Trabalhei especificamente com os temas “diagnóstico” e “visão”. Em resumo, diagnosticar é determinar o ponto A, é definir onde e como estamos. Visualizar é avaliar o […]

Continue lendo...

Compartilhe!

O que olhar se você precisa mudar?

Uma coisa, dentre tantas, é certa: se a crise pegou você, é hora de mudar. Corrija, altere e aprimore. Em épocas de incertezas, há quem se conforme com o sofrimento e se prenda a velhos paradigmas. Essas pessoas apostam tudo na mudança externa. Acreditam que basta esperar. Pensam: um dia a economia volta aos eixos […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Sem aprendizado, não há superação

superação

Em minha newsletter desta semana, tratei do tema motivação, fundamental para quem pretende superar desafios em tempos de incertezas. Porém, o sucesso de todo processo de mobilização depende do “saber fazer”. Não basta remar. É preciso saber remar. É necessário interpretar os sinais da natureza e corrigir constantemente a rota. Enfim, navega melhor quem sabe. […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Como levantar a moral dos remadores?

Se a ideia é escapar da ilha das incertezas, é conveniente que todos subam ao barco. Depois, que todos remem, e para o mesmo lado. Por fim, é necessário que os viajantes movam a embarcação na direção certa, mesmo que não ouçam o tempo todo as ordens do timoneiro. Portanto, se existe desafio ou crise, […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Na crise, qual é o ritmo desejável?

Você, um grande estrategista

Evidentemente, é preciso ter cautela, critério e bom senso. Cada passo precisa ser bem medido. No entanto, não há mérito na lentidão. As melhores empresas medem, monitoram, avaliam e respondem rapidamente à mudança. E qual é o elemento fundamental que garante essa velocidade? Sim, é o controle da estratégia. Em meu livro Você, um Grande […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Como aprimorar a arte da resposta?

Em artigos recentes, tenho procurado oferecer orientações para quem pretende avançar no campo dos negócios, mesmo em uma época marcada por incertezas. Já tratamos de segmentação, preço, comunicação, mensuração e monitoramento, entre outras questões. Desta vez, gostaria de explorar um tema de máxima importância: a capacidade de resposta. Muita gente mede e monitora muito bem, […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Como medir e monitorar?

estrategia

Em minha newsletter da semana passada, ainda tratando de dicas para tempos de incertezas, procurei mostrar a importância da medição e do monitoramento no desenvolvimento de uma estratégia de negócios. Neste artigo, gostaria de oferecer algumas orientação básica sobre o “como”, ou seja, sobre os métodos de controle da estratégia. Hoje, a tecnologia nos permite medir […]

Continue lendo...

Compartilhe!

A arte da estratégia: por que monitorar e medir?

Em artigos recentes, tenho tratado do conhecimento estratégico necessário ao enfrentamento das crises. Já escrevi sobre pesquisa, segmentação e fixação de preços, entre outros assuntos. Essas dicas podem ajudálo a proteger seu negócio, manter o ritmo das atividades e conservar ou elevar o volume de vendas. No entanto, a estratégia não se assemelha àqueles antigos […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Cinco dicas para comunicar em tempos de crise

Em artigos recentes, tenho oferecido aos amigos algumas dicas de estratégia em tempos de incertezas. Neste texto, gostaria de tratar sucintamente do tema comunicação. Em meu livro Você, um Grande Estrategista, ressalto que a propaganda é, sim, uma das almas do negócio. De nada adianta um ótimo produto e um preço atraente se os clientes […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Qual é o preço de uma reputação?

FBI_FIFA

Em artigos recentes, tenho tratado de estratégias em tempos de incertezas. Desta vez, no entanto, gostaria de abordar um tema importante no universo do negócios: a gestão da reputação. Não faz muito tempo, escrevi justamente sobre os problemas da indústria do esporte, referindo-me aos excessos da torcida do Boca Juniors na partida em casa contra […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Como fazer do preço um diferencial competitivo?

Em épocas de incertezas, a política de preços pode se converter em um importante diferencial competitivo para qualquer tipo de empresa, seja ela uma poderosa multinacional, seja ela uma pequena loja tocada pela família. Uma boa estratégia na fixação de preços, no entanto, não significa necessariamente vender por preço muito baixo. Se o negociante fosse […]

Continue lendo...

Compartilhe!

Afinal, do que é preciso abrir mão?

tradeoff

Há algumas semanas, procuro oferecer dicas de estratégia úteis em épocas de incertezas. Lembro que, de maneira aprofundada, todos estes temas podem ser encontrados em meu livro Você, um Grande Estrategista. Já escrevi sobre pesquisa, segmentação e, neste pequeno artigo, gostaria de tratar de “trade-off”, conduta fundamental na construção e, sobretudo, na recuperação de empresas. […]

Continue lendo...

Compartilhe!
« Entradas mais antigas